Vanguart

quinta-feira, 10 de março de 2011

As melhores coisas do mundo





Hoje assisti “As melhores coisas do mundo”, filme brasileiro fresquinho (2010) que acaba de ser lançado em DVD. Pois é, quando a gente pensa em cinema brasileiro, querendo ou não, vêm um monte de ideias prontas na cabeça. Parece que só sabem fazer filmes de favelas sangrentas, nordestinos sofredores e duplas sertanejas. Sem contar aquelas pornochanchadas dos anos 70 e 80 estilo “A dama do lotação” e os (argh!) filminhos do Didi e da Xuxa reprisados incansavelmente na Sessão da Tarde. Os da Angélica me dão coceira!
E se eu falar que o Fiuk é irmão do protagonista do filme? Muitos vão dizer: “Isso não vai prestar!” A verdade é que “As melhores coisas...” é sensível e inteligente.
É a história de Hermano, um adolescente de 15 anos, filho de pais professores de pós graduação, que tem de aprender a sobreviver depois de uma grande decepção. Isso em meio aos conflitos da idade, como amigos, namorada, sexo, drogas. Mano, como é chamado, conta com a grande amizade de seu irmão Pedro, interpretado por Fiuk. Denise Fraga é a mãe deles, excelente interpretação.
O que mais me encantou no filme foi a fidelidade pela qual o universo adolescente é retratado. As falas parecem que estão saindo da boca das minhas filhas ou de qualquer adolescente dessa geração. Não há forçação de barra, exageros caricatos ou aquelas viagens que fazem a gente sentir vergonha alheia. É sério: não sei se por desconhecimento ou descuido, o fato é que os roteiristas escorregam feio na questão de retratar o universo adolescente.
Um filme pra assitir de novo.

9 comentários:

Ulisses Coelho disse...

fiuk meu????

vc gosta das modernidades mesmo né!!

pau na máquina!!!

Apaixonados disse...

Poxa, deu vontade de assistir.
O que ocorre sobre filmes brasileiros é um certo preconceito. Compará-los com filmes internacionais é besteira pois cada país possui sua cultura o que muito influencia nos filmes. Tentar igualar com filmes de outros países é bobagem. Como em qualquer área, há filmes brasileiros bons e outros ruins (como muitos citados no seu post), cabe cada um a procurar o que mais atrai.

Gostei do seu blog.

Thai

Nanda Schober disse...

Agora fiquei curiosa pra assistir..rs

Adorei seu blog

Qdo der dê uma passadinha no meu tbm
http://missaobeleza.blogspot.com/

Beijos

Virgilio Kruschewsky disse...

Fiuk no filme? Cara vou pensar se vou ver o filme, mas confesso que fiquei meio balançado pela postagem sua em assistir.

Samara Santos disse...

Quero assistir também. *-*

Jeniffer Haddad disse...

Vou procurar assistir. Se você diz, deve ser bom :]

Prof. Materaldo disse...

Eu também assisti. Muito bom. Simples, mas verdadeiro. Parabéns pelas postagens...Escrever não é um ofício, é uma bela arte. Abraços....

Geraldo.

Karla Hack dos Santos disse...

Já ouvi várias críticas positivas deste filme.. ainda não tive tempo de assitir, mas, vou me aventurar!

;D

Dreamy girl disse...

vou assistir.