Vanguart

sábado, 1 de janeiro de 2011

Decisões de ano novo

         
 Hoje é dia 1º de janeiro de 2011. Eu decidi que vou escrever mais esse ano. Se eu tivesse escrito mais ao longo dos anos, teria muitas coisas pra lembrar. Não vai ser assim de agora em diante.
            Decidi que hoje escreverei sobre as certezas que um dia pensei que tivesse. Aos 20 e poucos anos achava que a vida acabaria aos 30. Então já tinha decidido: quando chegasse lá, iria cortar meu cabelo e parar de usar shorts. Já fiz 44 e continuo usando shorts. O cabelo tá curto por causa da químioterapia, mas não penso em mantê-lo curto por muito tempo. Às vezes me pego pensando que a vida vai ficar bem limitada aos 50. Quanta bobagem... minha avó, que fez 85, disse que até os 60 a vida é boa. Depois começam as fraquezas nas pernas, o desânimo e aquela cara no espelho toda enrugada que não parce ter nada a ver com os pensamentos da dona.
            Como tive câncer há dois anos, estou em período de remissão. Isso quer dizer que, pelo menos nos próximos 3 anos, estarei de 6 em 6 meses fazendo alguns exames muito chatos pra provar que a doença não voltou. Isso é tenebroso! Os instantes que antecedem a abertura do envelope com o resultado dos tais exames são longos. Dá uma agonia! É como se um fantasma vivesse me acompanhando, me assombrando. Só por isso, a vida já tem outro valor...

Nenhum comentário: